A Cueca

#CrônicadeSexta

 

“Cirurgiões chineses fazem crescer ‘nariz’ artificial na testa de paciente”

A notícia deu-lhe uma nova esperança.

Há anos ele teve um relacionamento com uma mulher ciumenta. Ela morava em um bairro distante e os dois se viam apenas nos finais de semana. O primeiro mês foi como todo início de relacionamento. Ela enviava várias mensagens como “Oi anjinho, tô com saudadi S2” e “Oi, meu amor, quê cê tá fazendu?”. Ligava sempre que ele chegava do trabalho e ficavam horas no telefone. Mas depois veio o estranhamento.

Cheia de desconfiança, ela perguntava onde ele estava quando não a atendia. Um dia, saiu do trabalho para ir ao banco, não podia atender o celular. Assim que religou o aparelho, recebeu uma mensagem: “Vc não atendeu o celular e não está no trabalho. Onde vc tá?! >:( ”. Não dava mais, precisava terminar aquele namoro. Ela não aceitou muito bem, perguntou o que tinha feito de errado. Quando ele disse que ela o deixava sufocado, o choro transformou-se em raiva e, nesse acesso, a faca muito próxima foi o instrumento com o qual ela cortou-lhe o membro viril. O médico disse que daria para recuperar, não fossem as mordidas do cachorro.

Depois de ler o jornal, ele juntou todas suas economias e viajou para a China, buscando o tratamento inovador que prometia recuperar o membro perdido. Ficou por lá alguns dias e precisaria retornar dali a quatro meses, para realizar o transplante.

Ao chegar em casa, o espanto da mãe foi enorme: “Filho! Para que essa cueca na cabeça?!”. Ele sorriu e explicou. Claro que incomodava. Da primeira vez que viu uma mulher atraente na rua ficou feliz e constrangido, não imaginava que o implante já teria reações. Daquele, dia até o fim dos quatro meses, passou a usar cartola.

 

 

Marcelo

 

 

Que sexta de vocês seja cheia de bom humor como essa crônica! Espero que tenham gostado e até mais!

 

Assinatura

Comente Aqui!
Por: Lóren Santos | 14/08/2015 | Cultura,Uncategorized

Você Também Pode Gostar