Tag

pele na gravidez

Meus Cuidados com a Pele na Gestação

Oi lindezas!

 

Minha pele sempre foi muito sensível e na gravidez essa sensibilidade aumentou ainda mais. Assim que meu obstetra  me falou o que poderia usar para evitar as tão temidas estrias eu tratei logo de comprar.

Temos que tomar muito cuidado com os produtos que usamos na pele nesse período, pois não pode ser qualquer um. Então antes de usar qualquer produto converse com seu obstetra e seu dermatologista. Muitos especialistas recomendam que as gestantes não usem produtos que contém ácido retinoico, que é um tipo de vitamina A usada em cremes antirrugas. Essa vitamina quando usada em grandes quantidades pode ser prejudicial ao feto.

capa

As estrias são muito comuns na gestação, pois o corpo passa por inúmeras transformações. Aumento do seio, barriga, bumbum. A pele da barriga, por exemplo, se estica a medica que o bebê se desenvolve. Imagina no meu caso o quanto a pele não irá esticar para que minhas duas amorinhas cresçam.

O primeiro creme que comecei a usar com orientação do meu médico foi o Mustela. Esse creme é um dos mais famosos entre as gravidinhas, por ser muito eficiente no combate as estrias. Usava duas vezes ao dia intercalando com o óleo Johnson’s Baby e o Bio Oil, sempre nos seios, barriga e região dos “culotes”. No restante do corpo usava o Intensive da Neutrogena. O cheirinho do Mustela é muito agradável e minha pele ficava bem hidratada.

Mas como eu disse antes minha pele é super sensível e na gravidez piorou. Comecei a ter alergia e achei que fosse dos óleos. Parei de usar os óleos e usava só o creme Mustela, mas a alergia continuou. Conversei com meu obstetra e minha dermatologista e eles me orientaram a tirar o Mustela, pois as únicas regiões que apresentaram alergia, foram os seios, barriga e “culotes” (minha pele descascou toda, como se eu tivesse tomado sol sem passar protetor solar).

Isso não quer dizer que o Mustela é ruim, mas infelizmente minha pele não aceitou ele bem e eu precisei trocar de hidratante. Minha dermato explicou que isso é normal acontecer com pele muito sensível e ainda combinada com os hormônios da gravidez.

Minha dermato receitou um hidratante para ser manipulado (não vou divulgar a receita do hidratante, pois ele é específico para meu tipo de pele e por ser anti ético com minha dermato). Também estou usando o Mandacaru da  L’occitane (esse hidratante é uma delícia. O cheirinho muito agradável e ele hidrata muito a pele) ganhei de natal da minha cunhada e ja estou no segundo pote de tão bom que ele é (eu me orientei com o obstetra e a dermato antes de usa-lo). Conversei com a dermatologista sobre os hidratantes que estava usando depois que parei de usar o Mustela, pois nenhum deles é especifico para o combate as estrias na gestação, daí ela me explicou que o mais importante é hidratar a pele duas vezes ao dia e o hidrante não precisa ser específico para evitar estrias.

cremes

Continuo passando o hidrante manipulado e o Mandacaru nas regiões onde a pele vai esticar mais e no restante do corpo (braços e pernas) o da Neutrogena.

Os únicos óleos corporais que estou usando são esses. E sempre intercalo, de manha uso o Johnson’s Baby e a noite o Bio -Oil. Os dois são otimos e tem um cheirinho bem suave, mas eu achei que o Bio-oil rende mais. Espalha com mais facilidade.

oleos

E lembrando que tanto o creme da Neutrogena quanto o da  L’occitane são hidratantes comuns e você não precisa estar grávida para usar. E o mesmo vale para os óleos. E os hidratantes e os óleos não podem ser passados na aréola (círculo mais escuro) e nem nos mamilos, pois eles passam por diversas transformações na gestação. Ficando maiores e mais escuros e a orientação sempre é não hidratar essa região, pois a pele pode ficar muito sensível e ao amamentar os mamilos podem sofrer rachaduras.

Espero que tenham gostado das dicas e lembrem-se de se orientar com seus médicos antes de usar qualquer coisa.

Até mais!

Assinatura

Comente Aqui!
Por: Lóren Santos | 15/02/2016 | Corpo,Maternidade,Uncategorized